sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Tuna Sabores da Música atua na Feira de São Mateus

Mais uma vez, a Tuna Sabores da Música, parte cultural da nossa Confraria, marcou presença na secular Feira de São Mateus.
A atuação teve lugar, no passado dia 11 de setembro, ao fim da tarde, na praça Viriato.
O nosso embaixador no Brasil, Sr. António Cardão, juntou-se à tua no Fado Beirão.
Mais uma bela apresentação da nossa Tuna.

Aqui fica o registo do momento


sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Federação das Associações da Diáspora elegeu novos corpos sociais em Viseu



Jorge Rodrigues ((Zurique - Suíça) é o novo presidente da Federação das Associações da Diáspora (FAD), sucedendo a Manuel Bettencourt (Califórnia, USA) que passa para a presidência do Conselho Fiscal. José Ernesto Silva, da Confraria de Saberes e Sabores da Beira ‘Grão Vasco’ mantem a presidência da Assembleia Geral.
As eleições da FAD decorreram no sábado, dia 3 de agosto, numa Assembleia Geral muito participada, que decorreu na sede da FAD, em Viseu. A ato eleitoral realizou-se no âmbito do IV Encontro de Dirigentes Associativos da Diáspora, organizado pela Confraria de Saberes e Sabores da Beira, ‘Grão Vasco’, e contou com a presença de mais de 20 participantes oriundos de vários pontos do mundo. A votação decorreu de acordo com o regulamento e Estatutos da FAD e supervisionada pela Mesa da Assembleia Geral.
Durante todo o dia decorreram várias intervenções, com destaque para o vereador do Turismo da Câmara de Viseu, Jorge Sobrado, que saudou a presença de tão ilustres personalidades na nossa cidade, enaltecendo o papel da FAD e da sua importância para a diáspora portuguesa. Odete Madeira abordou a temática do Folclore, enquanto José Carlos Governo destacou a importância e o papel das Associações da Diáspora. A finalizar Diana Marques, da Lusovini – Vinhos de Portugal, falou sobre o papel que o vinho do Dão pode ter na ligação ao nosso país.
Terminado o ato eleitoral, que encerrou o Encontro, o presidente da Assembleia Geral da FAD, José Ernesto Silva, agradeceu a presença e participação de todos, num encontro que voltou a reunir em Viseu destacados dirigentes do mundo associativo português além fronteiras.
O novo presidente da FAD, Jorge Rodrigues, já definiu os objectivos para o mandato que agora inicia, nomeadamente o reforço e divulgação da FAD junto das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo, mas também o seu reforço com a adesão de novas associações ou clubes portugueses. Atualmente conta com cerca de três dezenas de associados da Europa, África, América do Norte e do Sul.
Entre os presentes no encontro, referência para António Lopes, do Rio de Janeiro, membro da Confraria ‘Grão Vasco’ e que representou a Casa do Distrito de Viseu do Rio de Janeiro; Manuel Viegas, vindo da Flórida, que para além de membro da Confraria de Saberes e Sabores da Beira, ‘Grão Vasco’ é também conselheiro das Comunidades Portuguesas naquela região dos Estados Unidos. Estiveram também presentes uma representação da Câmara de Marly le Roy e uma Associação da Zona de Paris, com quem a Confraria ‘Grão Vasco’ irá brevemente assinar um protocolo de colaboração.
Os participantes levaram várias lembranças oferecidas pela Câmara Municipal de Viseu, Viseu Marca, INATEL, Turismo do Centro e Comissão Vitivinícola Regional do Dão e vinhos do Dão oferecidos pelos produtores Adega da Corga, Adega de Silgueiros e Adega de Penalva do Castelo.

Aqui fica o registo do evento

 

 O evento na imprensa regional
-->

Casa de Viseu no Rio de Janeiro fez 53 anos de existência


O Sr. Presidente da Câmara Municipal de Sernancelhe, foi convidado pela Casa do Distrito de Viseu no Rio de Janeiro, para participar no seu 53 aniversário, como orador principal na sessão solenidade. O evento teve lugar no passado mês de julho na sede da Casa de Viseu do Rio de Janeiro.

Estiveram presentes diversas personalidades do Rio de Janeiro, Sr. Cônsul, vereadores e outros presidentes de Casas Regionais do Rio de Janeiro.
A sua Intervenção baseou-se no trabalho desenvolvido pelos Autarcas do Norte do Distrito e como presidente da CIM, teceu algumas considerações sobre o papel dessa associação de municípios, nos investimentos locais e no desenvolvimento das regiões.
A Casa do Distrito de Viseu no Rio de Janeiro, na pessoa do seu Presidente Alcídio Morgado, atribuiu ao Dr. Carlos Silva o Título de Sócio Honorário da Casa de Viseu no Rio de Janeiro. No uso da Palavra Alcídio Morgado referiu o excelente trabalho desenvolvido pelo Sr. Presidente, agradeceu o grande apoio que deus ao Rancho da Casa de Viseu no Rio de Janeiro, aquando da sua última deslocação a Portugal.
A solenidade decorreu no dia 6 de Julho durante o Jantar.
No domingo, dia 7, durante a intervenção do Rancho Folclórico da Casa de Viseu, Carlos Silva recebeu o título de Comendador da Confraria Saberes e Sabores da Beira, Grão Vasco, no Rio de Janeiro, entregue pelo Embaixador da Confraria António Cardão 
O Presidente da CM de Sernancelhe ficou muito sensibilizado pela forma como foi recebido e sobretudo por não contar com tais homenagens. Agradeceu, reconhecidamente, ressaltando a forma carinhosa com que foi tratado. Referiu também o seu agrado por ver a forma como são preservadas as nossas tradições em terras de Vera Cruz. 

Aqui fica o registo do evento 

 

 O evento na Imprensa

-->

quinta-feira, 4 de julho de 2019

Confraria dos Sabores Luso-Amazónicos ‘Grão Vasco’ elegeu os novos Corpos Sociais.

A Confraria dos Sabores Luso-Amazónicos ‘Grão Vasco’ elegeu os novos Corpos Sociais. Johnny Azevedo, ilustre Confrade, é o novo Presidente, sucedendo a Humberto Figueiredo, que se mantém nos Corpos Sociais, tal como outros membros da anterior direção.
Humberto Figueiredo, nosso conterrâneo de Moimenta da Beira, foi nomeado Cônsul Honorário de Manaus a quem desejamos os maiores sucessos. Um bem-haja ao nosso Comendador Humberto Figueiredo por tudo o que fez em prol da Confraria e na sua promoção e sucesso. 

Aqui fica o registo do evento




terça-feira, 2 de julho de 2019

DIA NACIONAL DA GASTRONOMIA



Discurso do Almoxarife da Confraria de Saberes e Sabores  da Beira, "Grão Vasco" na sessão de abertura do Dia Nacional da Gastronomia
Bom dia a todos
Sejam bem-vindos a Viseu
Saúdo o senhor Presidente da Câmara - Dr Almeida Henriques
A senhora presidente da FPCG – Dr. Olga Cavaleiro
Senhor Vereador Dr. Jorge Sobrado
E demais entidades presentes.


Em nome das Confrarias do Concelho de Viseu:
Confraria dos Enófilos do Dão – Arq. José Perdigão
Confraria Gastronómica do Dão – Nelson Augusto
Confraria da Ordem Soberana dos Cavaleiros de S. Urbano e S. Vicente – Coronel Pedro Calheiros
Academia Gastronómica e Cultural da Caça – Dr. Lemos de Carvalho
Confraria de Saberes e Sabores da Beira ‘Grão Vasco’
 
-->
Em nome da Senhora Presidente, saúdo todas as Confrarias Presentes, cujo número mostra bem o dinamismo do movimento confrádico no nosso país.
Estamos aqui presentes para consagrar a nossa gastronomia, um património riquíssimo que temos que preservar, divulgar e transmitir.
O Dia Nacional da Gastronomia consagra o que de melhor temos no nosso país, a começar por aqueles que trabalham a terra, pois, são eles que nos permitem ter produtos de excelência, até aqueles que os transformam em iguarias e pratos requintados, que deliciam o nosso palato.
A gastronomia, é sem qualquer sombras de dúvida, uma das atrações chave para a promoção e o sucesso do turismo em Portugal nos últimos anos, num valioso contributo para a economia do país. 
Foi isso o que nos trouxe aqui…em especial a Viseu!
Viseu é uma cidade acolhedora e uma terra onde dá gosto viver.
Uma saudação especial ao senhor presidente da Câmara, Dr. Almeida Henriques, e sua equipa, pelo dinamismo que têm imprimido à nossa cidade, no especto cultural e na projeção na nossa cidade, no país e além-fronteiras.
Por isso o nosso agradecimento pelo apoio que deu a este movimento confrádico, o que permitiu a realização desta quarta edição do Dia Nacional da Gastronomia e, um especial muito Bem-haja ao Sr. Vereador da Cultura, Dr. Jorge Sobrado.
O papel das Confraria vem da idade média, com as Confrarias Católicas, no apoio a factos religiosos juntos dos leigos, e as Confrarias Laicas que prestavam apoios sociais na interajuda e assistência em caso de doença, pobreza e velhice.
Ainda hoje muitas das nossas confrarias assentam também parte da sua ação no apoio aos  mais necessitados e em causas solidárias.
O papel das nossas confrarias tem como grandes objetivos pugnar pela genuinidade da nossa culinária autóctone. Mas esta é hora também de olhar para aquilo que as Confrarias têm que fazer na defesa dos saberes e sabores que nos foram transmitidos de geração em geração.
Na parte que nos toca, temos procurado levar esses saberes e sabores pelo mundo, junto das nossas comunidades, que estão ávidas de saber mais e recuperar a memória do gosto, daquele prato que tanto gostavam na sua infância.
Destaco o papel importante de muitos dirigentes da diáspora pelo dinamismo imprimido junto das comunidades onde habitam na divulgação da nossa cultura tradicional, bem como da nossa gastronomia. São eles os verdadeiros embaixadores na nossa cultura mais genuína. A saudade da terra natal a isso os leva.
Uma vez mais, os nossos agradecimentos pela vossa presença, neste dia tão marcante e impulsionador para a gastronomia portuguesa.

                      O Almoxarife da Confraria dos Saberes e Sabores da Beira Grão Vasco

                                                   José Ernesto Pereira da Silva
                                        AQUI FICA O REGISTO DO EVENTO 
Cortejo pelas ruas da cidade
 

 Boas vindas às confrarias presentes, em frente aos Paços do Concelho

 
 
 

No Solar do Vinho do Dão

 
 

A Tuna Sabores da Música atuou no jantar solidário que decorreu nos jardins do Solar do Vinho do Dão

-->